DJ Tamy dá o tom na festa Meu Black, que será realizada neste sábado, no Rio

por | jun 30, 2022

Plena, a carioca da Zona Norte Tamy Reis será uma das caras da próxima edição da Festa Meu Black. DJ residente do evento, ela atuará também como mestre de cerimônias, trocando com a plateia entre os shows dos rappers Orochi e Chefin. Na décima temporada, a celebração da black music acontecerá no sábado, dia 2, a partir das 20h, no Faro Rooftop, no Leblon, no Rio, com muito rap, trap, hip hop e funk nas caixas. Tudo soa íntimo para a DJ Tamy, defensora do movimento blackpop, para popularizar ainda mais a batida preta.

Com toques de R&B, rap, pop e hip hop, Tamy dividirá as carrapetas com os colegas DJs Michel, PH, Tuca, Kaique, Will Ow, Bibi Gracio e Nickio. Para a poderosa do single “Nada me para”, as mulheres vão conquistando espaços em todas as pistas com disposição.

“Agora existem mais envolvidas com a cultura hip hop do que há dez anos. As mulheres têm representado e fazendo bonito”, destaca Tamy, ela própria sobrinha de uma precursora no meio, a DJ Aura.

De família musical, com o pai sempre apresentando o melhor da black music em casa, Tamy contou com o apoio dele e da mãe, que a levaram para fazer aulas de violão, piano, flauta, percussão, canto e teoria musical. Como boa parte das divas do blues, as idas à igreja também influenciaram. Mas foi na Oficina de DJs da Cufa, com o DJ Jota-L, aos 19 anos, que treinou durante um ano, antes de passar a discotecar à vera. Sempre se aprimorando, ela fez depois o curso de discotecagem e produção musical do Red Bull Favela Beats, no Centro Cultural Waly Salomão, do Afroreggae.

Também vem do Afroreggae o mais novo sócio da Meu Black, William Reis. Ele é coordenador executivo do grupo, que promove o projeto Segunda Chance, a ponte entre ele e os outros sócios do evento:

“Adorava o clima da festa e conhecia os produtores. Nos aproximamos mais com o projeto Segunda Chance, primeira agência do mundo para egressos, e fechamos essa primeira parceria em outro evento. Quando a gente fala de Meu Black, vem a questão da diversidade no meio artístico e de quem está trabalhando. Como ela é feita na Zona Sul do Rio, ajudo a quebrar a barreira geográfica, trazendo pessoas da Zona Norte e Zona Oeste, conectando grupos. Hoje, pensamos nisso como prioridade.”

Meu Black começou na Ladeira dos Tabajaras há dez anos, circulou por várias comunidades da Zona Sul carioca, como Cantagalo e Vidigal, e agora pousa no Faro Rooft, com Orochi, Chefin, Tamy e tropa prometendo não deixar ninguém parado.

Serviço:
Meu Black com Orochi, Chefin e DJs
Faro Rooftop. Av. Niemeyer 101, Leblon. 2 de julho, 20h.
De R$ 80,00 (pista) a R$ 140,00 (área vip) – 4º lote.
Ingressos pelo https://www.ingresse.com/meu-black-02-07
Classificação: 18 anos

Assista agora ao nosso canal Trace Brazuca e confira este e outros Hits que estão bombando! Siga a Trace Brasil  no Instagram, FacebookTwitter e YouTube.

0 comentários


– ÚLTIMOS VIDEOS –

VÍDEOS
TOP HITS: ANITTA IS THE GIRL FROM RIO

TOP HITS: ANITTA IS THE GIRL FROM RIO

https://www.youtube.com/watch?v=CuyTC8FLICY Assista o agora o nosso canal Trace Brazuca e confira este e outros Hits que estão bombando! Siga a Trace Brasil  no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube


– ÚLTIMAS NOTÍCIAS –